Imprimir esta página
    Jornal de Notícias
ESPORTES

REFORÇOS QUE VÊM DOS BASTIDORES

Um trabalho in tenso nos bastidores fez com que o Montes Claros Vôlei fechasse a semana com a chegada de dois reforços. O levantador Índio e o central Pedro Luis, o “Pedrão” se apresentaram ontem ao técnico Carlos Schwanke e há possibilidade de serem utilizados já no próximo jogo, domingo, às 10 horas, contra a UFJF, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves.

Mas para o aproveitamento da dupla contra o time de Juiz de Fora será preciso oficializar as transferências na Federação Mineira de Vôlei e na CBV. O prazo vence no final da tarde desta sexta-feira. O MOC Vôlei se mostra tranqüilo quanto a isso porque o sistema de registro é on-line. A documentação dos atletas seria enviada ainda na noite de ontem.

ANTECIPAÇÃO

Indagado pela reportagem, o supervisor William do Prado revelou ao JORNAL DE NOTÍCIAS que, até então, Índio e Pedrão só viriam para a cidade no mês que vem, mas o clube conseguiu a antecipação. O levantador, que disputou a última Superliga Nacional pelo extinto Rio de Janeiro, estava no Rio Claro e ficaria por lá até o final do Campeonato Paulista.

Da mesma forma aconteceu com Pedrão, que fazia parte da delegação do Sada/Cruzeiro que foi para o Torneio de Irvine, nos Estados Unidos. Ele iria como substituto do central Isac, que foi liberado da seleção brasileira depois da Liga Mundial e não foi relacionado para o Campeonato Mundial. “Como o Isac voltou da Seleção, o Cruzeiro ficou completo e nos cedeu o Pedrão antes do prazo estabelecido”, justificou William.

O Montes Claros fez dois jogos no Mineiro até aqui e perdeu ambos para o Sada/Cruzeiro e Minas Tênis, por 3 a 0 e 3 a 1, respectivamente. No segundo jogo, por exemplo, o treinador observou justamente o fato de o clube não estar completo, o que lhe impediu de variar o estilo de jogo com mais intensidade.


 (*) Para ler as notícias completas, compre ou assine o JN Notícias.
      Últimas Notícias do CADERNO