ÁREA DO ASSINANTE






Atualizado em 05/10/2017

Acontece em política – Hélio Machado

Inserção no mercado

O governo federal lançou programa de elevado alcance social e que pode apresentar resultados positivos, com a inserção de número expressivo de pessoas de baixa renda, no competitivo mercado de trabalho. Trata-se do Plano Progredir, que tem como principal alvo as famílias de baixa renda inscritas no Cadastro único dos Programas Sociais do governo federal. E que será levado a efeito por meio e parcerias com diferentes setores da sociedade. O setor de comércio e serviços, um dos maiores geradores de empregos formais do País, se tornou um dos principais parceiros do governo no Progredir. A parceria foi firmada através da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNES), ligada à Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL). E visa mobilizar as CDL de todo o País para que abracem a causa e ajudem a preparar estas pessoas para a disputa de vagas no mercado de trabalho.

A CDL de Montes Claros, presidida pelo empresário Ernandes Ferreira pretende dar sua importante parcela de colaboração para alavancar o projeto, por aqui. Há possibilidade, inclusive, de que os efeitos práticos se façam sentir em curto espaço de tempo, pelo fato de a economia estar emitindo sinais de recuperação, o que leva os empresários a voltar a investir e gerar novos postos der trabalho. O Progredir tem três eixos que são qualificação profissional, intermediação de mão de obra e empreendedorismo. Na qualificação profissional está prevista a criação de vagas em cursos de formação inicial ou continuada. Entre eles, cursos online de inclusão digital com foco nos jovens e oficinas de educação financeira para mais de 100 mil famílias. Serão ofertadas 1 milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária. O eixo intermediação de mão de obra prevê o cruzamento de currículos e de vagas de emprego oferecidas por empresas parceiras, de forma regionalizada. No empreendedorismo haverá oferta de R$ 3 bilhões por ano em linha de microcrédito para as famílias do Cadastro Único investir em pequenos negócios e ações de assistência técnica.

 

ORÇAMENTO – Deu entrada na Câmara Municipal, na reunião ordinária dessa terça-feira pela manhã, projeto do orçamento do Município para 2018, que estima arrecadar mais de R$ 1 bilhão e 240 milhões. Será o primeiro orçamento elaborado na atual administração, que vem trabalhando este ano com o orçamento feito pela gestão passada. A opção foi elaborar projeto mais enxuto, que espelhe mais a realidade, com perspectiva de que seja executado. Ele terá que ser aprovado até dezembro e sancionado pelo Executivo, para que seus efeitos práticos se façam sentir a partir de primeiro de janeiro.

NOVIDADE - Sem dúvida, a principal novidade no orçamento de 2018 são as emendas impositivas, aprovadas pela Câmara Municipal, no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que garantem recursos da ordem de R$ 9,2 milhões para os vereadores aplicarem em projetos em suas bases eleitorais e atender as demandas da população. A metade dos recursos terá que ser investida na saúde. O prefeito Humberto Souto, do PPS, vetou as emendas na LDO, mas os vereadores derrubaram o veto. Presidente da Câmara, o vereador Cláudio Prates, do PTB, é um dos maiores defensores das emendas impositivas.

REJEIÇÃO – O PT não tem tantos motivos para comemorar o desempenho do ex-presidente Lula nas pesquisas de intenção de votos para a Presidência da República, em que ele aparece em primeiro lugar com 35% de apoio popular. Isto porque, a mesma consulta popular mostra, também, o outro lado da moeda, que é a rejeição, talvez mais importante até do que o índice de aprovação. O petista tem 42% de rejeição, o maior índice de todos os pretensos candidatos. Isto significa que ele não tem perspectivas de crescimento significativo que aponte para eventual vitória, caso não seja impedido pela Justiça de candidatar-se em 2018.

SEMANA – Com o Baile da Terceira Idade, realizado na tarde dessa terça-feira, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), encerrou-se a XVII Semana Municipal do Idoso, aberta na segunda-feira da semana passada, no Plenário da Câmara Municipal. Promovida pela Coordenadoria Municipal do Idoso em parceria com o Conselho Municipal do Idoso, o evento superou as expectativas, com a participação dos grupos de idosos. Durante toda a programação, o trabalho da Coordenadoria e do Conselho, sob o comando da assistente social Cibely Freire Diniz foi destacado e recebeu elogios da sociedade.

LAR – Diretoria do Lar Sagrado Coração de Jesus, presidida pelo delegado de Polícia Civil aposentado, Willian César Rocha, articula para conseguir recursos financeiros para tocar o projeto e criar perspectivas de concluí-lo em menor espaço de tempo. Agora mesmo, realizou com sucesso, a rifa de um televisor, cujo sorteio ocorreu nesse sábado, pela extração da Loteria Federal, que lhe rendeu bom dinheiro. Contudo, outros eventos serão realizados, também para arrecadar recursos e por uma causa das mais nobres, que é construir espaço adequado para abrigar 35 idosos.  O projeto conta com apoio efetivo da sociedade.

CANDIDATURA – Se tudo correr como previsto, a Câmara Municipal pode ter três concorrentes a cadeiras na Assembleia Legislativa, nas eleições do próximo ano. É que, além das vereadoras Graça do PSF, do PHS e Néia do Criança Feliz, do PSDC, o vereador Wilton Dias, do PHS, primeiro secretário do Legislativo, também admitiu a possibilidade de voltar às urnas e colocar seu nome, de novo, à apreciação do eleitor, no processo eleitoral do ano que vem. O vereador abordou esta possibilidade ao participar do Programa Na Corda Bamba, na TV Geraes canal 2, ao vivo, nesse sábado das onze horas ao meio dia.

AUDIÊNCIA - A Câmara Municipal realiza mais uma audiência pública. Desta vez, na quinta-feira às cinco da tarde e fora de sua sede própria. A reunião será na Casa da 3ª Idade Sant`Ana, no bairro Interlagos, para discutir as demandas daquela parte da cidade. A proposição é da vereadora Néia do Criança Feliz, do PSDC, no sentido de sensibilizar o poder público municipal a atender as reivindicações dos moradores, com ações para melhorar o nível de vida. A expectativa é de que os convidados estejam presentes, visando a apresentar alternativas para os problemas que incomodam a região e que lhes serão apresentados.

SAÚDE – Ex-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, deputado Arlen Santiago, do PTB, que também é médico, tem o setor como uma das principais bandeiras e não para de articular para melhorar a prestação de serviços. Agora mesmo, conseguiu junto ao governo federal, mais precisamente ao Ministério da Saúde, a habilitação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Salinas. Com a medida, publicada no Diário Oficial da União, a administração do prefeito Zé Prates receberá recursos mensais para a manutenção da Unidade, com perspectiva de melhorar o atendimento à população.

Para ler a coluna completa Assine aqui o JN Notícias

Comentários