ÁREA DO ASSINANTE






Atualizado em 11/10/2017

ENVIADOS DA MORTE?: Trio carioca é preso no São José

Foto:
O TRIO sentado em frente à equipe policial que o deteve; mulher carregava duas armas amarradas às pernas

Um trio procedente do Rio de Janeiro se deu mal em Montes Claros, onde foi preso na noite de segunda-feira (9), pela PM, com armas e droga. A mulher N. S. O. (24 anos) e os homens C. S. B. O. (27) e J. F. S. (37) são suspeitos de aportar na cidade com a incumbência de matar um empresário, segundo informação da Polícia Militar.

A mulher carregava as armas - uma pistola Clock, calibre 380, com 10 munições intactas no carregador, e um revólver calibre 38, com seis munições intactas - presas às pernas por tiras de pano, e encobertas pela saia longa que vestia. O trio estava bem de mobilidade: além do Monza GL azul, placas KOK-0175/Volta Redonda/RJ, licenciado em 2014, tinha uma motocicleta Honda CB 300 azul, placa OPQ-3147/Belo Horizonte, licenciada em 2013. A PM não informou se tinham queixa de roubo.Os veículos foram multados e removidos ao pátio conveniado.

O sargento Maurício Oliveira, à frente da equipe que fez a detenção, informou ao G1 Grande Minas que "O setor de inteligência monitorava o trio desde quarta-feira (4) passada, depois de levantar informações de que eles estavam na cidade para matar alguém. Fizemos a prisão e agora caberá à Polícia Civil investigar o caso, esclarecer a motivação e descobrir se há outros envolvidos", explicou. O nome do empresário que estaria marcado de morte não foi informado.

A prisão aconteceu na Rua Sebastião Dias Soares, Bairro São José. Os militares chegaram aos três depois que policiais da inteligência realizaram a abordagem, por volta das 18h20. As armas estavam carregadas e foram encontradas por uma policial feminina, que deu o 'baculejo' na mulher. No quarto do hotel onde o trio estava hospedado foram apreendidos um tablete de maconha e mais 10 munições calibre 38, intactas.

A Polícia Civil informou que autuou a mulher e os dois homens por porte ilegal de arma de fogo.

 

Para ler a notícia completa Assine aqui o JN Notícias


Comentários